EB – Projeto MK-ULTRA & Neurohacking

11 07 2011

Texto publicado originalmente em 27/05/2009 na coluna Ensaios de Borda do Fringe Lab, dentro do contexto da coluna de mashup de ficção, história, realidade e conjecturas especulatórias:

Desde o primeiro capítulo de Fringe, temos ouvido que o Dr.Bishop teve financiamento do DARPA para realizar as mais estranhas pesquisas entre as décadas de 60 e 90, tendo atendido os militares das mais diversas formas, em muitos casos realizando pesquisas utilizando mescalina, LSD (a preferida do Dr.Bishop e parece que também muito apreciada por Dr.Bell) além de outras drogas experimentais (cortexiphan) utilizando cobaias humanas (sem seu consentimento) e seus objetivos estavam relacionadas a controle mental, seja para transferência de memórias e amplificação de ESP (Percepção Extra-Sensorial) em crianças entre outas modalidades de experiências químicas e físicas, tendo outrora utilizado DNI (Direct Neural Interfaces) e tanque de isolação sensorial. Porém o mais curioso é que neste parágrafo os principais elementos de ficção são: Fringe, Dr.Bishop e o Dr.Bell.

Continue lendo »

Anúncios




EB – Teoria da PSI FQ

11 07 2011

Publicado originalmente na coluna “Ensaios de Borda” em 01/07/09 do Fringe Lab, este é um texto que escrevi dentro da proposta da coluna que tem um mix de análise de ficção científica dentro de um contexto histórico de neurociência e neroengenharia:

Hoje sabemos que as suspeitas de David Jones se confirmaram, mesmo ainda estando indefinido o autor da manifestação telecinética que apagou as 47 lâmpadas no teste de Belly em Ability, em The Road Not Taken a agente Olívia Dunham apresentou uma promnésia intensa e um pouco antes em Bad Dreams descobriu-se uma ligação telepática crônica com Nick Lane, aparentemente fruto de estimulação por cortexiphan quando eles eram crianças e passaram por experiências na base militar em Jacksonville, portanto ela é especial ou como eu costumo chamar, ela é uma pessoa (de psyche) amplificada. Porém o que possibilita a Olivia ter estas manifestações paranormais?

Seja uma forma de PES (percepção extra-sensorial) ou anomalia cognitiva, na vida real alguns eventos que ocorrem desde a antiguidade que classificamos como coincidência – como o de pensarmos em alguém segundos ou minutos antes dela entrar em contato por telefone ou ter algum sentimento de dor e lembrar de alguém no exato momento que esta passa por algum problema sério ou está morrendo  são classificados como DNS (Distant Neural Signaling ou Sinalização Neural Remota) pela neurociência,como o Dr.Walter Bishop o chamaria, sendo também classificada como telepatia espontânea pela parapsicologia e certamente seria assim que Peter Bishop o chamaria.

Continue lendo »