Este símbolo representa sua causa?

16 06 2013


guy-fawkes

Hoje em dia este é um ícone muito conhecido, sendo muito comum ver alguns ativistas protestando por direitos democráticos, pela paz, pelos direitos humanos, pelo combate a corrupção, contra o sistema e por um mundo melhor entre outras causas utilizando esta “máscara” em manifestações, esta que representa do rosto de Guy Fawkes.

Muitos se espelham na ficção no qual ela foi iconizada pelo V, personagem de HQ  de ficção científica e fantasia da década de 80 e 90 de Alan Moore,  sendo o símbolo de um  assassino justiceiro violento que queria dar um golpe de estado, ficando mais conhecido pelo filme de James McTeigue de 2006, estrelado por Natalie Portman e pelo Hugo Weaving. Que foi considerado por alguns como a adaptação mais detestável para o cinema de um HQ, mas acho que há casos piores.

 Na vida real, na Inglaterra, esta é considerada a face da traição, que representa um ícone histórico que é cultuado todos os anos  na noite de Guy Fawkes por seu fracasso.

Fawkes, foi um militar especialista em explosivos, que participou da tentativa de um golpe de estado, a Conspiração (ou Revolta) da Pólvora, via um regicídio contra o rei protestante Jaime I  e todo o parlamento da Grã-Bretanha em 1605.  Mas a conspiração falhou, os membros foram presos, torturados e executados. Houve jesuíta que participou do golpe que foi afogado, decapitado e esquartejado só para dar exemplo. No dia 5 de novembro, tradicionalmente, ocorre uma festa popular nas ruas da Grã-Bretanha onde, semelhante ao malhar o Judas que ocorre no Brasil, o alvo é um boneco de Fawkes que depois é queimado numa fogueira e então soltam fogos de artifícios, sendo o  personagem mais lembrado deste evento histórico,  que acabou sendo traído por seu gênio e morreu sem ter alcançado seus objetivos, felizmente, pois todos os indícios indicam que o novo regime teria sido péssimo para o Reino Unido.

Minha grande curiosidade:  este símbolo realmente te representa?

Continue lendo »

Anúncios




Lei de Stigler, ressaca de pan-galactic gargle blaster, a vida, o universo e tudo mais

18 01 2010

Epónymos era a figura que atribuía o nome a uma cidade na grécia clássica.  Eponímia é o nome que dela deriva.  Este conceito generalizou-se ao batismo de  técnicas, objetos, atributos, invenções seja por vias diretas ou indiretas, sendo considerada a forma suprema de reconhecimento da atividade de um pesquisador.

Quando eu era adolescente e morava lá em Santa Fé do Sul (proporcionalmente 105.18 Km mais distante de São Paulo e 3.7840092199092412 vezes menor que Barbarcena)  numa época em  que eu realizava um curso técnico em eletrônica,  com grande  freqüência eu conversava com o (bom amigo) Batata sobre física, eletricidade, válvulas raras, RF, a vida, o universo e tudo mais; num destes bate-papo logo após uma desopilação hepática  ele me comentou que quem deveria ser creditado pelo invento do rádio deveria ter sido o Padre Landell, um gaúcho que foi  padre católico e um notável inventor e não Marconi ; físico italiano que plagiando estudos apresentandos pelo Nikola Tesla em 1899 apresentou ao mundo que Pe.Landell já havia apresentado em 1893 para um pequeno público no bairro de Santana em São Paulo e depois em Campinas. Anos depois, descobri que as referências históricas disponíveis sobre elas não são satisfatórias para fins documentais; o que mostrou mais uma vez que não basta fazer, documentar é tão fundamental quanto a realização. Também foi o Batata que me revelou que o verdadeiro inventor do telefone teria sido Elisha Gray e não Alexander Graham Bell, quando eu solicitei suas “fontes” ele sacou de seu arquivo duas revistas  Saber Eletrônica que relatavam estes fatos.  Quando terminei de ler os artigos comentei: “Isto sim é pilantragem” e o Batata soltou uma que (na época)  eu  não entendi:

“Isto sim é a apoteose da irresponsabilidade consciente”  e tomei nota desta frase  na hora,  pois achei um “insight” muito inspirado…

Continue lendo »





Google testando o OpenSolaris?

22 09 2006

Enquanto muitos não acreditam no OpenSolaris, segundo a SUN, o Google – assim como o eBay e dezenas de outras empresas de grande porte – estão experimentando o SO open-source da SUN como possível opção de longo prazo para renovação de seus milhares de servidores distribuídos.

O Google não quiz comentar o assunto, talvez seja um pouco precoce para avaliar.

De qualquer forma, o Solaris Express (como também é chamado) já vem se destacando como um sistema muito robusto estando entre o Linux e o OpenBSD em termos de estabilidade.
Fonte: Google testing Sun´s Open-Solaris





Qual é a melhor metáfora?

16 09 2006

Fred Brooks diz que escrever software é como cultivar, caçar lobisomens ou abater dinossauros num fosso de piche (1995). David Gries que é uma ciência (1981). Donald Knuth que é uma arte (1988) Watts Humphrey que é um processo (1989). P.J.Plauger e Kent Beck afirma que é como dirigir um carro (Plauger 1993, Beck 2000). Alistair Cockburn que é um jogo (2001). Eric Raymond que é como um bazar (2000).”

Qual é a melhor metáfora? 🙂 Talvez nenhuma delas, mas achei este trecho do Code Complete bem pitoresca…

Ref: # Code Complete, Second Edition de Steve McConnell





“Zune é uma zona. iTunes também.”

16 09 2006

E assim começa um interessante post de Sílvio Meira sobre o Zune da M$ em seu blog, com uma abordagem que eu endosso, segue o link do blog de Meira:

http://salu.cesar.org.br/~meirablog/wordpress/?p=219





Longhorn World: Windows Vista Upgrade Advisor RC1 (1.0.0000.309)

11 09 2006

Bem curioso: a Microsoft acaba de disponibilizar uma ferramenta que permite ao usuário verificar se a máquina possui os pré-requisitos para suportar o Windows Vista.Windows Vista (ex-Longhorn)

Antes da execução do utilitário é interessante que todos os periféricos, gadgets e opções avançadas da BIOS da máquina estejam ativadas, pois o Windows Vista Upgrade Advisor Beta cria um relatório detalhado com a identificação de problemas de compatibilidade entre o hardware do PC e o Windows Vista, desta forma é interessante saber de cara o que vai funcionar ou não.
Para quem gosta de fortes emoções: Windows Vista Upgrade Advisor Beta





Conversão na ponta do Browser

6 09 2006

google_conversor.jpgPara quem precisa converter moedas, existem montes de conversores online, mas o mais fácil é usar o Google. É so por o valor a ser convertido e a sigla internacional das moedas, como na figura. E tá feito. Abaixo vão algumas das moedas mais usadas, que testei e funcionam.

“USD”=US Dollar
“ARS”=Argentine Peso
“AUD”=Australian Dollar
“BRL”=Brazilian Real
“GBP”=British Pound
“CAD”=Canadian Dollar
“CLP”=Chilean Peso
“CNY”=Chinese Yuan Renminbi
“COP”=Colombian Peso
“EUR”=Euro . EUR
“JPY”=Japanese Yen
“MXN”=Mexican Peso
“NZD”=New Zealand Dollar
“RUB”=Russian Rouble

Continue lendo »