3º Encontro de Usuários de C/C++ de São Paulo

23 12 2007

Ocorrerá em São Paulo no dia 19 de Janeiro de 2008, a terceira edição do encontro de usuários de C/C++ associados ao grupo C/C++ Brasil, isto é o 3º Sampa C/C++ Users Groups – Meeting.

Esta 3ª edição, sendo a primeira no formato de reunião técnica com palestras, está focada na linguagem C++ e terá seguinte programação:

  • 09:30 às 10:00 – Introdução e Apresentação dos Membros do Encontro
  • 10:00 às 11:00 – C++ com WxWidgets por Ivo Nascimento
  • 11:00 às 11:30 – Debate
  • 11:30 às 11:45 – Coffe-Break
  • 11:45 às 12:45 – C++0x – Novas características de suporte a projetos de bibliotecas genéricas por Pedro Lamarão
  • 12:45 às 13:15 – Debate
  • 13:15 às 14:30 – Almoço
  • 14:30 às 15:30 – Threads no C++0xWanderley Caloni
  • 15:30 às 16:00 – Debate
  • 16:00 às 16:15 – Coffe-Break
  • 16:10 às 17:30 – Forum sobre a Organização do Grupo de Usuários e da C/C++ Conference Brasil.
  • 17:30 às 20:00 – C/C++ Beer Meeting!

Os temas são avançados para usuários iniciantes, porém todos os usuários de C++ dispostos a participar são bem vindos!

A entrada é gratuita e a realização será no auditório da APEOSP que fica na Praça da República, 282, Centro – São Paulo.

Este evento conta com o patrocínio da AGIT Informática – Desenvolvimento, Consultoria & Treinamentos em C/C++ (www.agit.com.br)

Para maiores informações vejam o respectivo link no site C/C++ Brasil

Anúncios




Migrando para C++/CLI por vias “hands on”

17 12 2006

Se depois de ler meu post anterior você (como muitos) ficou se perguntando porquê usar uma ferramentas “incompleta” de migração de código fonte, eu concordo com você que esta é uma dúvida de resposta fácil! Concerteza o grande Basílio chamaria isto de melhor forma de se assassinar um software ou algo do gênero; desta forma para fazer uma migração destas (se ela for realmente necessária) recomendo a leitura dos artigos de Stanley B.Lippman da MSDN Magazine pois ele tem abordado muito esta questão das vantagens e da migração de código VC++ para C++/CLI desde o seu artigo de Junho/2006 (The .NET Wrap) e parece que este tem sido seu grande objetivo, visto que ele não largou mais esta abordagem.

Mas, independente das intenções, vale a pena ler os artigos do Stanley, assim como ler seu Blog e praticar alguns de seus ensinamentos e é claro que testar os efeitos do “Managed Extensions for C++ to C++/CLI conversion tool” do VC++ Team também é válido.





Ferramenta de conversão de C++ para C++/CLI

17 12 2006

O povo do Visual C++ Team lançou a poucos dias, uma primeira versão de um Wizard de conversão de código Visual C++ feito no VS.Net 2003 para VC++ 2005/CLI. Ainda não é uma versão final mas já é um help.

Baixe aqui





Visual C++: Yesterday, Today and Tomorrow

30 09 2006

Certo dia, “googlando” sobre XAML e C++/CLI, encontrei no site CodeGuru um forum chamado “Visual C++: Yesterday, Today, and Tomorrow” que estava hiper interessante e passei a acompanhá-lo diariamente. Empolgado com as discussões, comecei a procurar artigos com a abrangência daquela discussão em português e confirmei minhas suspeitas; um grande Saara de informações que já estou acostumado a ver sobre C++ PT-BR. Assim, tive o insight de escrever um paper sobre o assunto mas – meu ex-colega de estudos sobre Visual C++ – kid Márcio Franco foi mais rápido no gatilho e lançou no site Linha de Código um artigo no formato que eu imaginava chamado Visual C++: Visão Mercadológica que foi explicitamente inspirado nesta discussão.

O artigo é uma boa compilação – com adendos a lá Márcio Franco – do que rolou na discussão até aqueles dias e – por mais que o desenvolvedor-programador-entusiasta esteja bem informado do que acontece na blogosfera e no mundo do C++ – considero leitura obrigatória.

É isto aí e bons códigos!





Qual é a melhor metáfora?

16 09 2006

Fred Brooks diz que escrever software é como cultivar, caçar lobisomens ou abater dinossauros num fosso de piche (1995). David Gries que é uma ciência (1981). Donald Knuth que é uma arte (1988) Watts Humphrey que é um processo (1989). P.J.Plauger e Kent Beck afirma que é como dirigir um carro (Plauger 1993, Beck 2000). Alistair Cockburn que é um jogo (2001). Eric Raymond que é como um bazar (2000).”

Qual é a melhor metáfora? 🙂 Talvez nenhuma delas, mas achei este trecho do Code Complete bem pitoresca…

Ref: # Code Complete, Second Edition de Steve McConnell