Este símbolo representa sua causa?

16 06 2013


guy-fawkes

Hoje em dia este é um ícone muito conhecido, sendo muito comum ver alguns ativistas protestando por direitos democráticos, pela paz, pelos direitos humanos, pelo combate a corrupção, contra o sistema e por um mundo melhor entre outras causas utilizando esta “máscara” em manifestações, esta que representa do rosto de Guy Fawkes.

Muitos se espelham na ficção no qual ela foi iconizada pelo V, personagem de HQ  de ficção científica e fantasia da década de 80 e 90 de Alan Moore,  sendo o símbolo de um  assassino justiceiro violento que queria dar um golpe de estado, ficando mais conhecido pelo filme de James McTeigue de 2006, estrelado por Natalie Portman e pelo Hugo Weaving. Que foi considerado por alguns como a adaptação mais detestável para o cinema de um HQ, mas acho que há casos piores.

 Na vida real, na Inglaterra, esta é considerada a face da traição, que representa um ícone histórico que é cultuado todos os anos  na noite de Guy Fawkes por seu fracasso.

Fawkes, foi um militar especialista em explosivos, que participou da tentativa de um golpe de estado, a Conspiração (ou Revolta) da Pólvora, via um regicídio contra o rei protestante Jaime I  e todo o parlamento da Grã-Bretanha em 1605.  Mas a conspiração falhou, os membros foram presos, torturados e executados. Houve jesuíta que participou do golpe que foi afogado, decapitado e esquartejado só para dar exemplo. No dia 5 de novembro, tradicionalmente, ocorre uma festa popular nas ruas da Grã-Bretanha onde, semelhante ao malhar o Judas que ocorre no Brasil, o alvo é um boneco de Fawkes que depois é queimado numa fogueira e então soltam fogos de artifícios, sendo o  personagem mais lembrado deste evento histórico,  que acabou sendo traído por seu gênio e morreu sem ter alcançado seus objetivos, felizmente, pois todos os indícios indicam que o novo regime teria sido péssimo para o Reino Unido.

Minha grande curiosidade:  este símbolo realmente te representa?

Continue lendo »





Tratando Falhas Conhecidas em Código – Juliet Test Case

14 11 2012

Apoiando o  desenvolvimento de software seguro e de qualidade, muito se fala da OWASP, porém ela é muito focada em Web Applications e nem só de Web vive a indústria de desenvolvimento de software.

Há algumas  iniciativas interessantes, como o da SEI  (Software Engineering Institute),  SafeCode, mas uma que vem me chamando muito a atenção são as do  NSA’s Center for Assured Software (CAS) via o  NIST que mantém o projeto SAMATE (Software Assurance Metrics And Tool Evaluation) Reference Dataset (SRD).

A fim de resolver a crescente falta de qualidade dos softwares utilizados no governo dos EUA, o CAS  foi criado em 2005 com a missão de melhorar a segurança de software empregado por eles. E o CAS tenta cumprir esta missão, entre outras coisas, ajudando as organizações nos processos de implantação de ferramentas para tratar de garantia de todo o ciclo de vida de desenvolvimento de software.

Continue lendo »





VI Encontro de Programadores C & C++

18 01 2010

O core de organização de eventos do grupo C & C++ Brasil, com colaboração da  Liga dos Programadores Indepentes mais alguns colaboradores e com apoio da galera do hashtag #ccppbrasil_meetings estão trabalhando na remotada dos eventos do grupo C & C++ Brasil para 2010, sendo-se que o primeiro evento será o encontro de programadores que está programado para o dia 06 de fevereiro de 2010 em São Paulo.

A programação ainda não está fechada mas há propostas de palestras sobre concorrência para C++, robótica, programação segura entre outras.

Maiores detalhes em http://www.ccppbrasil.org/wiki/Grupo:Encontro_VI

Está em planejamento também um encontro do pessoal de Porto Alegre.

Em breve será divulgado uma previsão de  agenda para 2010.

Bons códigos e nos vemos lá!

Namastê!





Droplet: Um Twitter & Google Reader em C++ para Arduino

30 11 2009

 

Esbarrei com este projeto que achei bastante interessante, como um link às vezes é mais verboso do que mil palavras:

Droplet

 





Debriefing do Seminário C & C++ para Sistemas Embarcados 2009

16 11 2009

Neste 14/11/2009, o portal Embarcados e o grupo C & C++ Brasil com a produção da Tempo Real Eventos realizou, no Hotel Century Paulista em São Paulo, a edição 2009 do Seminário C & C++ para Sistemas Embarcados. Mais uma vez esta foi uma experiência extremamente gratificante,  principalmente pela satisfação que alguns colegas, amigos e o público em geral demonstraram durante o desenvolvimento do seminário e pós sua realização.

O DQ, da Tamid, realizou em seu blog algumas notas e abaixo segue alguns comentário que não representa nem 1% do que foi o seminário:

– O evento iniciou com uma palestra sobre Interfaces de Periféricos com Microcontroladores em C do DQ, que mostrou-se um excelente conteúdo para um Hands On com o subtítulo de “21 formas de piscar um led com linguagem C em vários microcontroladores”! 😛

– Na sequência foi a palestra do Luiz Barros, sobre Otimização de C++ para Sistemas Embarcados, que foi bem interessante e acabei em vários momentos dando meus pitacos, curiosamente mais uma vez confirmei que em aplicações com a plataforma SH4, C++ tem sido amplamente utilizado, durante o evento desenvolvedores de cinco empresas deram este feedback para mim.

– Durante o almoço, entre bits e bytes, conversamos de flamewares (e lembrei da lei do ricbit), assembly vs C++, surgiu a conversa de um projeto que me relataram muito inusitado de um sistema, onde… bom, deixa eu voltar para os relatos do seminário! :^p

– Após o almoço, o Alessandro Cunha, da TechTrainning, apresentou uma palestra que foi muito pontual tanto no assunto quanto no tempo consumido. Nos primeiros contatos com ele, fiz uma sugestão besta de tema e ele conseguiu extrair algo de bom da besteira que apresentei e formatou uma obra prima: Projetando Sistemas Embarcados com Baixo Consumo de Energia, com dicas preciosas que cativaram o público.

E encerrando o conteúdo técnico do seminário,  o Luiz Barros desmistificou o “Desenvolvimento de Device Driver para GNU/Linux”, derepente surgiram algumas pessoas no evento e quando fui conferir descobri que elas vieram apenas para ver esta palestra, alguns até começaram a dizer que perderam o medo do device drivers development. Particularmente nunca tive medo, porém device driver & kernel development é uma arte negra…

Anteriormente ajudei a enumerar 17 formas de acender um led e derepente, não mais que derepente, fez-se a teatralização da piada:

– “quantos engenheiros são necessários para acender um led”

do qual eu participei desta teatralização como coadjuvante, no qual entrei mudo e sai calado e depois me disseram que a resposta seria:

–  “um de hardware, um de firmware e um de software” (tsc)…

Mas o Alessandro Cunha foi além e pensou em escrever o livro 2001 formas de acender um led, mas nem só de led foi o seminário! Houve CAN, RS232, SPI, microcontroladores, C, C++ e felizmente tive a oportunidade rever alguns amigos e realizar alguns contatos preciosos. Particularmente fiquei feliz que uma sugestão que eu dei a Microgênios foi levada a sério e hoje eles também estão produzindo e comercializando a plataforma Arduino no Brasil, assim como troquei figurinhas  sobre os bugs da BeagleBoard com o Luis Barros, conheci um pouco mais sobre a plataforma Tower com vários colegas, vi uma apresentação de uns alunos do Dado, numa EVDK Luminary,  de uns jogos desenvolvidos em eLua que poderiam seduzir muitos aficcionados em jogos; entre muitas outras conversas.

Finalizando oficialmente evento, realizamos um sorte de brindes oferecidos por Texas Instruments, Freescale, Atmel/Kobama, Editora Erica, Tempo Real Eventos, Agit Informática e Microgênios, onde as fotos dos ganhadores podem ser vistas aqui.

Mais uma vez, fui um dos primeiros a chegar no local e um dos últimos a sair do happy hour, que aliás, como sempre, foi uma extensão do evento e o início da organização dos próximos eventos.

Namastê!!!





Go: C + Python com tempero de Erlang, Oberon, Limbo para concorrer com C++ by Google

12 11 2009

Go Mascote Uma linguagem com as facilidades sintáticas de Python, porém estática e que gere executáveis com opcodes com pouca dependência e desempenho similar aos de C e que desfrute dos recursos computacionais de concorrência que os atuais processadores e computadores oferecem com facilidade é algo que muitos, a muito tempo desejavam.  Conheço engenheiros que só tem C e Assembly como opção e que sempre costuma afirmar que “odeiam C”, pelos clássicos problemas da linguagem e compiladores.

Para minha surpresa li este artigo ontem no Slashdot:

Go, Google’s New Open Source Programming Language

Continue lendo »





Notas sobre o Seminário C & C++ para Sistemas Embarcados

18 11 2008

Numa conversa de boteco a uns 6 anos atrás com alguns colegas, falávamos de bits, bytes, C, programação, redes e clusters; eis que surge uma idéia  (talvez inovadora) de distribuição de carga em clusters utilizando pirometro óptico, termômetro digital, amperímetros criando uma grande rede de sensoriamento visando não apenas o balanceamento computacional mas também a economia de energia através do equilíbrio térmico e de consumo de energia no datacenter. Foi neste contexto que foi inserido o assunto microcontroladores na conversa e a maioria dos colegas que estavam na mesa ficaram fascinados. Curiosamente, lendo o blog Arquitetura em Pauta o Otávio comentou que no PDC houve uma apresentação que demonstrou solução similar e vejo agora que a viagem não era tão grande.

Mas voltando às conversas de boteco, já naqueles tempos conversávamos sobre a idéia de encontros e eventos específicos para programadores de C & C++, sendo-se que dentre estes ao menos um deveria ser exclusivo de embedded systems voltados para microcontroladores e como já comentado anteriormente que iria ocorrer, foi realizado no dia 08/11 o seminário C & C++ para Sistemas Embarcados, onde o foco foi adivinha o quê? Sobre o que lá ocorreu, é possível ficar sabendo pelos blogs do DQ , P. e do Diego, assim como por threads na ccppbrasil, programa embedded software e sis_embarcados.

Em paralelo, num outro evento que estava ocorrendo no mesmo dia em São Paulo, o Lameiro e uma galera do Grupy-SP  fez uma implementação pitoresca de sensor networks utilizando AVR numa placa Arduino Diecimila que pela idéia inovadora recebeu um prêmio especial.

Portanto vemos que o assunto microcontroladores está ficando cada vez mais pop, assim como sensor networks que tem sido o campo onde microcontroladores tem sido largamente utilizados, seja para segurança da informação, segurança privada ou telemetria; tornando telematics algo cada vez mais presente em nosso dia-a-dia.

E os feedbacks do seminário foram excepcionais, muito acima do normal, mais críticos do que recebemos dos outros eventos, superando expectativas e nos mostrando que este público de embedded systems quer eventos diferentes do que eles estão acostumados a presenciar, quase nos intimando a repetir a dose e experimentar outros formatos mais ousados; o que na medida do possível tentaremos realizar. Portanto, pedido anotado!





Seminário C & C++ para Sistemas Embarcados

26 10 2008

A Tempo Real Eventos, em conjunto com o Grupo C & C++ e o Portal Embarcados, numa atividade de Interop entre comunidades, está realizando o Seminário C & C++ para Sistemas Embarcados, o que para muitos não é novidade visto que iniciamos a divulgação do evento em agosto.

Inicialmente este seminário foi previsto para um público de 200 pessoas, porém já ultrapassamos este número a algumas semanas. Overbook? Nada! Como o auditorio é modular, a Tempo Real Eventos contratou um espaço adicional para o auditório e hoje já contamos com mais de 300 inscritos.

Desta forma, este evento é hoje o evento com participação do Grupo C & C++ Brasil, que aborda exclusivamente as linguagens C & C++ com a maior quantidade de inscritos. Curiosamente, a idéia deste evento já existe desde 2005, quando com alguns colegas discutíamos sobre a iniciativa de realizar encontros community style sobre C & C++. Durante o terceiro encontro de programadores que foi um encontro que teve uma fórmula singular de poucas palestras e muito espaço para interação, numa das conversas onde discutíamos a possibilidade de realizar um evento destes, um dos colegas que afirmava que nunca tinha visto tanto programador C++ num só local, temia que não conseguiríamos mais do que 100 pessoas para este evento especifico de embarcados.

Obviamente, o cast de palestrantes tem sido um dos grandes pontos, assim como parcerias que o portal embarcados tem realizado com outras comunidades. Por exemplo, vejam a divulgação no wiki da CBE e no portal Eletronica.org

Na realidade há muito o que comentar sobre ele, porém deixarei para realizar estes comentários durante e após o evento. Para inscrever-se, vá no site do evento e siga as instruções. Nos encontramos lá.

Namaste! 🙂





Open Hardware & meus insetos…

26 10 2008

Não sou entomologista, mas ultimamente tenho dado bastante atenção, codificando, debugando e me divertindo com meus insetos, sendo os meus atuais alvos um ATmega644p numa placa Sanguino e um AT91SAM7X256 numa placa Make Controller, sendo ambos projetos de Open Hardware bem interessantes, em virtude dos projetos que estou envolvido não tem sobrado muito tempo para isto, mas são para estes caras que tenho codado ultimamente em meu tempo livre, com foco tanto na utilização de Python Embedded como no desenvolvimento de um robot que a passos tartaruguais tem evoluído, porém as diversas experiências que tenho realizado tem compensado esta lentidão. Entre uma codificação e outra, sempre penso que eu deveria postar isto ou aquilo neste blog, porém não tenho feito e acabei deixando um silêncio quase eternal nele, agora com este silêncio quebrado prometo publicar com uma certa freqüência conteúdo relativo a estas minhas últimas pesquisas e desenvolvimentos, com o esforço de tentar escrever conteúdo interessante.

O Sanguino é um clone do Arduino bombado, como o Jê já havia comentado em seu blog. Algo que portei para ele com sucesso e fiz várias brincadeiras foi o PyMite que é um port de Python para microcontroladores de 8 a 16-bits, sendo um subset do Python 2.5, além de vários programas em C++ serviram como prova de conceito para mostrar que é possível sim desenvolver firmware em C++, desde que alguns cuidados sejam tomados, porém como o Dan Saks diria, embedded systems programming para certos microcontroladores é um mundo de limitações portanto não há novidades aqui. Dan é um dos grandes defensores da utilização de C++ em embedded systems, palestrando em vários eventos de grante porte sobre C++ Bare-Metal, inclusive o Galuppo é um dos amigos que tenho que já assistiu uma palestra dele e afirmou que ele é um show-man.

Algo que tem me chamado a atenção, é que nos últimos meses ouvi relato de 5 colegas que estavam envolvidos no desenvolvimento de RTOS. Destes 3 são para uso restrito das empresas desenvolvedoras onde em duas a decisão de “reinventar a roda” partiu de problemas com licenciamento, outro caso é de uma empresa que está sendo projetado um para uso em um segmento de mercado específico procurando ser uma alternativa para facilitar o desenvolvimento de embedded systems neste segmento e um outro em breve será lançado publicamente com uma versão Open Source. Minhas experiências tem sido com o eCos, uCLinux e com FreeRTOS, sendo-se que deste último, prometo escrever algo nos próximos posts. Assim, deixo claro que apesar de eu gostar de código bare-metal não sofro de OSofobia, mal que atinge programadores de sistemas embarcados.





Quinto Encontro de Programadores do grupo C & C++ Brasil::Extras

26 10 2008

Ao lidar com um registro em um relátorio esta semana, onde havia uma afirmação muito pitoresca onde um ilustre colega registrou que 100% do que foi discutido nas reuniões (que ele não participou) estava implementando num dado sistema, comecei a pensar em muitas coisas! Dentre elas que não estou documentando certos fatos de alguns eventos que tenho participado, colaborado na organização ou dado apoio moral… então, vamos lá! Ainda está em tempo…

Algo no qual eu estava pensando em blogar já a alguns dias é sobre o Quinto Encontro de Programadores do grupo C & C++ Brasil, que foi um evento único pra nós do grupo, tanto pelo patrocínio do MSDN Brasil e da Agit Informática, quanto pela evolução da organização do mesmo. Porém por um acaso acabei vendo que o Jumpi já havia feito uma cobertura, e o Caloni fez uma chamada para a thread que ocorreu na cppbrasil onde nossos amigos (e inclusive eu) deixamos nossas notas sobre o encontro, mas deixarei aqui alguns registros extras e outras observaões pessoais:

– Gostei muitissimo do keynote do Otávio Pecego Coelho. Recentemente uma faculdade me procurou para que eu palestrasse para eles sobre C & C++ e o formato que eu pensei em adotar foi justamente o formato adotado pelo Otávio, comentando sobre a experiência profissional dele com as linguagens e utilizando como referêncial alguns livros clássicos e como eles colaboraram ou influenciaram os rumos que ele tomou. Portanto, se alguém me ver fazendo algo similar, não é plágio! 🙂

– A apresentação do Strauss para mim teve uma emoção extra, pois devido a um probleminha técnico ocorrido com o som, corri feito louco para tentar ajudar a resolver, infelizmente o máximo que consegui foi pedir para a pessoa certa solicitar ajuda para o técnico de som. Mas isto me fez pensar sobre vários detalhes e posteriormente o Pedro Lamarão chamou para mais alguns detalhes que conversamos rapidamente com o pessoal do grupo, são n cossitas mas que fazem diferença. Portanto involuntariamente o Strauss acabou nos brindando com este incidente em sua apresentação.

– A presença das garotas foi algo que nos chamou a atenção, além de não ser comum ter 17% do público de encontro de programadores composto por garotas, ainda mais de C e C++, as que se inscreveram compareceram. Curioso, não? Por outro lado, a galera do sexo masculino não fez o mesmo. Portanto, foram eles que nos fizeram encerras as inscrições quando muitos ainda queriam se inscrever…

– Neste evento, pela primeira vez em público comentei sobre a Conferência C & C++ Brasil que acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro de 2009 em São Paulo, no Centro de Convenções Novotel Jaraguá e que terá algumas paricipações bem interessantes. Sendo este um assunto que merece um post único, assim que mais alguns detalhes forem acertados lançarei tal post.

– Um assunto que várias vezes veio a tona foi a dificuldade de encontrar profissionais qualificados, situação existente em vários contextos da indústria atual, com a tal desaleceração econômica prevista pelos gurus que quase nunca acertam algo ao não ser que seja um elefante rosa passeando em praça pública, talvez esta procura diminua um pouco, mas mesmo assim a dificuldade permanecerá. Mas sendo prático, 7 colegas comentaram que suas empresas estava buscando programadores de C e/ou C++, e alguns colegas foram até assediados. Mais uma vez, divulguei a lista Dev Guys que é o canal que nós da ccppbrasil está utilizando para direcionar as divulgações de vagas e que os colegas do portal embarcados também tem utilizado.

– Há centenas de fotos (muitas repetidas), assim como vídeos que a Ying da USP gentilmente filmou para nós. Gradualmente colocaremos tudo no ar, sendo que as fotos na próxima semana já estarão disponíveis no nosso album de fotos em http://picasaweb.google.com/ccppmeetings não estando lá ainda apenas por uma pequena questão logística.

Neste encontro, sorteamos os adesivos que o Jeff Atwood do blog Coding Horror nos doou, assim como mais algumas coisinhas que nos doaram para sortear como: livros da O´Reilly, Pearson Education, vários badulaques da MSDN Brasil , entre chaveiros, canetas e uma Mochila, um livro cedido pelo Roberto Santos e um livro autografado do Herb Sutter que ganhamos certa vez da Microsoft (por intermédio do Adlich) que utilizamos para homenagear os esforços do Lamarão a nossa causa.

Com certeza esqueci de algumas coisas, portanto leiam o blog do Jumpi e a thread no grupo ccppbrasil para se interar um pouco mais sobre o assunto. E é isto.

Namaste!





Dobradinha: Encontro de Maio do Grupy-SP & Seminário C++ Portabilidade & Perfomance

12 05 2008

Concordo com o DQ que o gênio (ou genioso se preferir) Adelir de Carli é um Candidato a um Darwin Award, assim como concordo com o Christiano Anderson que o encontro do GruPy-SP no escritório do Google-SP foi excelente e principalmente com o Caloni que está na hora de reservar suas cadeiras para o Seminário C++ Portabilidade & Performance, afinal dentro de várias boas razões para se utilizar C++ uma delas é a Performance! Este post do Caloni é um bom começo, porém se preferir vá direto na fonte e faça sua inscrição na página do evento.

O curioso é que um dia antes irá ocorrer o encontro de Maio do Grupy-SP no Centro de Computação da Unicamp, em Campinas que irá durar o dia inteiro. Iniciar o final de semana na sexta com o encontro de Python e no sábado ir para o seminário C++ P&P será muito divertido!

Já me perguntaram num metrô, num shopping, numa livraria, num restaurante e por vários e-mails quando será o próximo encontro do EPA-CCPP, sinceramente fico feliz que os anteriores tenham agradado mas por enquanto não há nada definido, mas espero em breve ter boas novas sobre isto! E você não foi no último encontro? Tenha um overview pela cobertura que o nosso amigo Caloni deu no qual ele afirmou que nossa comunidade está ganhando forma, assim como recomendo uma visita a página do 4o.EPA_CCPP que contém link para as apresentações utilizadas, além de um excelente tutorial de QT e também link dos vídeos de 3 apresentações que ocorreram no encontro. E modéstia a parte, como o nosso colega nerd pós-moderno Lamarão afirmou; foi um Nerds Meeting que exalou inteligência! 🙂





4o.C & C++ Meeting

24 02 2008

Depois de reunir programadores de C & C++ num encontro no formato technical meeting, o Sampa C & C++ ruiu de vez, o grupo C & C++ Brasil ganhou mais força, resoluções importantes surgiram e já estamos em ritmo de DevTech 2008 onde estaremos presentes numa mesa redonda sobre o VC++ no Visual Studio 2008 e já está sendo preparado o 4o.Encontro de Programadores C & C++ que acontecerá no dia 29/03 e das atividades em programação teremos as seguintes palestras:

  • Programação em C para Microcontroladores por Daniel Quadros
  • Arquitetura e Desenvolvimento de Drivers com C para Windows por Fernando Silva
  • TCP/IP via Boost.Asio por Rodrigo Strauss
  • Desenvolvimento Cross-Platform em C++ com Qt por Basílio Miranda

Além das seguintes atividades extras:

  • Painel sobre a nova edição do livro “Programação Orientada a Objeto com C++” pelo Dr.André Duarte Bueno.
  • Painel sobre evolução do grupo e idéias para o próximo encontro.

Maiores detalhes na página do evento no wiki do grupo C & C++ Brasil.

E o movimento para replicar a iniciativa em outros locais está indo de vento em popa, assim como já está surgindo a idéia de organizar uma estrutura para amparar todos os encontos realizados com a bandeira do grupo C & C++ Brasil.





1ª uCon

3 01 2008

Em 9 de fevereiro vai acontecer a primeira uCon, conferência de
segurança da informação, hacking e tecnologia realizada em Recife, PE.
A conferência não tem fins lucrativos, não terá palestras de empresas
tentando vender produtos e a entrada é gratuita.
Call for participation: http://ucon.thebugmagazine.org/cfp.php

From: [i shot the sheriff] Edição 41





3º Encontro de Usuários de C/C++ de São Paulo

23 12 2007

Ocorrerá em São Paulo no dia 19 de Janeiro de 2008, a terceira edição do encontro de usuários de C/C++ associados ao grupo C/C++ Brasil, isto é o 3º Sampa C/C++ Users Groups – Meeting.

Esta 3ª edição, sendo a primeira no formato de reunião técnica com palestras, está focada na linguagem C++ e terá seguinte programação:

  • 09:30 às 10:00 – Introdução e Apresentação dos Membros do Encontro
  • 10:00 às 11:00 – C++ com WxWidgets por Ivo Nascimento
  • 11:00 às 11:30 – Debate
  • 11:30 às 11:45 – Coffe-Break
  • 11:45 às 12:45 – C++0x – Novas características de suporte a projetos de bibliotecas genéricas por Pedro Lamarão
  • 12:45 às 13:15 – Debate
  • 13:15 às 14:30 – Almoço
  • 14:30 às 15:30 – Threads no C++0xWanderley Caloni
  • 15:30 às 16:00 – Debate
  • 16:00 às 16:15 – Coffe-Break
  • 16:10 às 17:30 – Forum sobre a Organização do Grupo de Usuários e da C/C++ Conference Brasil.
  • 17:30 às 20:00 – C/C++ Beer Meeting!

Os temas são avançados para usuários iniciantes, porém todos os usuários de C++ dispostos a participar são bem vindos!

A entrada é gratuita e a realização será no auditório da APEOSP que fica na Praça da República, 282, Centro – São Paulo.

Este evento conta com o patrocínio da AGIT Informática – Desenvolvimento, Consultoria & Treinamentos em C/C++ (www.agit.com.br)

Para maiores informações vejam o respectivo link no site C/C++ Brasil





C/CppCon Brasil / C/C++ Conferece Brasil

26 11 2007

Após uma semana do início das especulações sobre a realizaçaõ do C/C++ Conference o que era uma idéia pra um evento de 1 dia parece ser pequeno pelo feedback e pelo retorno recebido até agora sobre a iniciativa.

Estou bastante “empolgado” com o feedback recebido até o momento, ao menos em matéria de conteudo tenho certeza que este será um grande evento. Em breve postarei mais novidades sobre o assunto.





C/CppConBrasil | C/C++ Conferece Brasil | Brasil C/C++ Users Group Conference

26 11 2007

E em breve teremos o tão esperado evento sobre C/C++, o que parecia ser um sonho está tornando-se realidade tão rápido que é até assustador o sucesso da aderência da idéia.

Ainda há muito o que se discutir, mas em breve a comissão organizadora estará liberando mais novidades sobre o evento e garanto que ele será excepcional.

E o código seguro? Sim, uma das palestras será sobre código seguro, aguardem! 🙂





gcc -fstack-protector-all, Mudflap, DUMA e o Valgrind!

11 11 2007

“Quem programou em C ou C++ já esbarrou nesta categoria de erro: buffer overflows que podem vir acompanhados” (ou não de) outros problemas como ponteiros não inicializados, memory leaks, etc e como afirma o David LeBlanc “toda vulnerabilidade pode ser explorada até que se prove o contrário”, portanto codificar de forma segura e debugar é preciso! Entre algumas dicas já oferecidas aqui anteriormente, segue um artigo bem interessante do Savago onde ele trata de um específico tipo de buffer overflow e ele aborda o Mudflap e cita o Valgrind, que é uma ferramenta recomendada pelo Michael Behm como ferramenta para detectar problemas de memória.

[1] Detectando buffer over/underflow em C e C++ com ferramentas OpenSource

[2] Mudflap

[3] Valgrind

[4] Using valgrind to detect and prevent application memory problems





Lista dos 100 maiores gênios vivos do mundo

2 11 2007

Fonte:  Telegraph – Top 100 living geniuses

Uma empresa britânica de consultoria chamada Creator Synetics, fez uma pesquisa e compilou uma lista dos 100 maiores gênios vivos do mundo e o resultado foi bastante inusitado.

Nela, há apenas um brasileiro o  arquiteto Oscar Niemeyer (que com certeza ele apareceu por estar em evidência pelo seu centenário) e o mais curioso é que quem está em primeiro lugar é nada mais nada menos de que o inventor do LSD empatado com Tim Berners-Lee.

Larry Page & Sergey Brin do Google aparecem em 20º lugar, Steve Wozniark aparece em 67º lugar empatado com os músicos David Bowie,  Aretha Franklin e com a economista americana Emily Oster e o hilário é que Bill Gates aparece emptado com Osama Bin Laden, Mohamed Ali, com o escritor americano Philip Roth, com o invetor do microfone James West e com um cientista vietnamita chamado Tuan Vo-Dinh.

Segue abaixo esta “bizarra” lista:

       
1= Albert Hoffman (Swiss) Chemist 27
1= Tim Berners-Lee (British) Computer Scientist 27
3 George Soros (American) Investor & Philanthropist 25
4 Matt Groening (American) Satirist & Animator 24
5= Nelson Mandela (South African) Politician & Diplomat 23
5= Frederick Sanger (British) Chemist 23
7= Dario Fo (Italian) Writer & Dramatist 22
7= Steven Hawking (British) Physicist 22
9= Oscar Niemeyer (Brazilian) Architect 21
9= Philip Glass (American) Composer 21
9= Grigory Perelman (Russian) Mathematician 21
12= Andrew Wiles (British) Mathematician 20
12= Li Hongzhi (Chinese) Spiritual Leader 20
12= Ali Javan (Iranian) Engineer 20
15= Brian Eno (British) Composer 19
15= Damian Hirst (British) Artist 19
15= Daniel Tammet (British) Savant & Linguist 19
18 Nicholson Baker (American Writer 18
19 Daniel Barenboim (N/A) Musician 17
20= Robert Crumb (American) Artist 16
20= Richard Dawkins (British) Biologist and philosopher 16
20= Larry Page & Sergey Brin (American) Publishers 16
20= Rupert Murdoch (American) Publisher 16
20= Geoffrey Hill (British) Poet 16
25 Garry Kasparov (Russian) Chess Player 15
26= The Dalai Lama (Tibetan) Spiritual Leader 14
26= Steven Spielberg (American) Film maker 14
26= Hiroshi Ishiguro (Japanese) Roboticist 14
26= Robert Edwards (British) Pioneer of IVF treatment 14
26= Seamus Heaney (Irish) Poet 14
31 Harold Pinter (British) Writer & Dramatist 13
32= Flossie Wong-Staal (Chinese) Bio-technologist 12
32= Bobby Fischer (American) Chess Player 12
32= Prince (American) Musician 12
32= Henrik Gorecki (Polish) Composer 12
32= Avram Noam Chomski (American) Philosopher & linguist 12
32= Sebastian Thrun (German) Probabilistic roboticist 12
32= Nima Arkani Hamed (Canadian) Physicist 12
32= Margaret Turnbull (American) Astrobiologist 12
40= Elaine Pagels (American) Historian 11
40= Enrique Ostrea (Philippino) Pediatrics & neonatology 11
40= Gary Becker (American) Economist 11
43= Mohammed Ali (American) Boxer 10
43= Osama Bin Laden (Saudi) Islamicist 10
43= Bill Gates (American) Businessman 10
43= Philip Roth (American) Writer 10
43= James West (American) Invented the foil electrical microphone 10
43= Tuan Vo-Dinh (Vietnamese) Bio-Medical Scientist 10
49= Brian Wilson (American) Musician 9
49= Stevie Wonder (American) Singer songwriter 9
49= Vint Cerf (American) Computer scientist 9
49= Henry Kissinger (American) Diplomat and politician 9
49= Richard Branson (British) Publicist 9
49= Pardis Sabeti (Iranian) Biological anthropologist 9
49= Jon de Mol (Dutch) Television producer 9
49= Meryl Streep (American) Actress 9
49= Margaret Attwood (Canadian) Writer 9
58= Placido Domingo (Spanish) Singer 8
58= John Lasseter (American) Digital Animator 8
58= Shunpei Yamazaki (Japanese) Computer scientist & physicist 8
58= Jane Goodall (British) Ethologist & Anthropologist 8
58= Kirti Narayan Chaudhuri (Indian) Historian 8
58= John Goto (British) Photographer 8
58= Paul McCartney (British) Musician 8
58= Stephen King (American) Writer 8
58= Leonard Cohen (American) Poet & musician 8
67= Aretha Franklin (American) Musician 7
67= David Bowie (British) Musician 7
67= Emily Oster (American) Economist 7
67= Steve Wozniak (American) Engineer and co-founder of Apple Computers 7
67= Martin Cooper (American) Inventor of the cell phone 7
72= George Lucas (American) Film maker 6
72= Niles Rogers (American) Musician 6
72= Hans Zimmer (German) Composer 6
72= John Williams (American) Composer 6
72= Annette Baier (New Zealander) Philosopher 6
72= Dorothy Rowe (British) Psychologist 6
72= Ivan Marchuk (Ukrainian) Artist & sculptor 6
72= Robin Escovado (American) Composer 6
72= Mark Dean (American) Inventor & computer scientist 6
72= Rick Rubin (American) Musician & producer 6
72= Stan Lee (American) Publisher 6
83= David Warren (Australian) Engineer 5
83= Jon Fosse (Norwegian) Writer & dramatist  
83= Gjertrud Schnackenberg (American) Poet 5
83= Graham Linehan (Irish) Writer & dramatist 5
83= JK Rowling (British) Writer 5
83= Ken Russell (British) Film maker 5
83= Mikhail Timofeyevich Kalashnikov (Russian) Small arms designer 5
83= Erich Jarvis (American) Neurobiologist 5
91=. Chad Varah (British) Founder of Samaritans 4
91= Nicolas Hayek (Swiss) Businessman and founder of Swatch 4
91= Alastair Hannay (British) Philosopher 4
94= Patricia Bath (American) Ophthalmologist  
94= Thomas A. Jackson (American) Aerospace engineer 3
94= Dolly Parton (American) Singer 3
94= Morissey (British) Singer 3
94= Michael Eavis (British) Organiser of Glastonbury 3
94= Ranulph Fiennes (British) Adventurer 3
100=. Quentin Tarantino (American) Filmmaker 2




Oscilloscope art

22 04 2007

scopeart1_source3.jpg

scopeart4_alt3.jpg

Fontes:

Lyzrdstomp

Scope Artist





Visual C++ Today and Tomorrow II

21 02 2007

Está disponível no Chanel9 MSDN um vídeo [1] com o Steve Teixeira e o Bill Dunlap ( líderes da equipe de desenvolvimendo do Visual C++) onde eles explanam um pouco sobre os tópicos que já haviam sido abordados no slow chat do code guru “Visual C++: Yesterday, Today and Tomorrow” [2] – que o Márcio Franco  sintetizou num artigo de mesmo nome  [3] no site Linha de Código.

Neste vídeo, eles mais uma vez deixam alto e claro que apesar do foco da Microsoft – principalmente de marketing – no .Net;  a gigante de Redmond não esqueceu dos desenvolvedores Visual C++!

Vale a pena conferir e saber um pouco mais do mesmo e algumas novidades sobre os rumos do Visual C++.

[1] Vídeo – Steve Teixeira and Bill Dunlap: Visual C++ Today and Tomorrow

[2] Slow Chat: Visual C++: Yesterday, Today, and Tomorrow[3] Visual C++: Visão Mercadológica  





ATL Server terá código liberado

11 02 2007

Por esta ninguém esperava, a equipe do Visual de C++ anuncia [1] que tem planos de liberar o código de fonte do ATL Server [2] com a lincença “Shared Source” [3] no CodePlex [4] em março de 2007. O objetivo deles é que os desenvolvedores que possuem suas extensões para o ATL Server o adicionem diretamente no projeto mãe, além de tentar acelerar os ciclos de desenvolvimento do projeto.

[1] ATL Server: Visual C++ shared source software

[2] ATL Server: Visual C++ Concepts: Adding Functionality

[3] Shared Source Licenses

[4] CodePlex





Desenvolvimento de software seguro e a prova de balas em C++

4 02 2007

 

Sergei Sokolov escreveu um artigo [1] bem interessante para o Dr. Dobbs Journal, com técnicas que melhoram a estabilidade e reduzem o risco de erros em programação C++. Apesar de algumas dicas já serem de conhecimento dos programadores mais experientes, é sempre válido divulgar este tipo de iniciativa.

Continue lendo »





Migrando para C++/CLI por vias “hands on”

17 12 2006

Se depois de ler meu post anterior você (como muitos) ficou se perguntando porquê usar uma ferramentas “incompleta” de migração de código fonte, eu concordo com você que esta é uma dúvida de resposta fácil! Concerteza o grande Basílio chamaria isto de melhor forma de se assassinar um software ou algo do gênero; desta forma para fazer uma migração destas (se ela for realmente necessária) recomendo a leitura dos artigos de Stanley B.Lippman da MSDN Magazine pois ele tem abordado muito esta questão das vantagens e da migração de código VC++ para C++/CLI desde o seu artigo de Junho/2006 (The .NET Wrap) e parece que este tem sido seu grande objetivo, visto que ele não largou mais esta abordagem.

Mas, independente das intenções, vale a pena ler os artigos do Stanley, assim como ler seu Blog e praticar alguns de seus ensinamentos e é claro que testar os efeitos do “Managed Extensions for C++ to C++/CLI conversion tool” do VC++ Team também é válido.





Ferramenta de conversão de C++ para C++/CLI

17 12 2006

O povo do Visual C++ Team lançou a poucos dias, uma primeira versão de um Wizard de conversão de código Visual C++ feito no VS.Net 2003 para VC++ 2005/CLI. Ainda não é uma versão final mas já é um help.

Baixe aqui





Implementando protocolos de comunicação em C++

1 10 2006

Problemas na implementação de protocolos de comunicação em C++? Seus problemas acabaram!:-)
…ou quem sabe eles podem ser minimizados após a leitura do artigo de Harvey Sugar; um desenvolvedor veterano de Embedded Systems Real Time para produtos de redes e telecomunicações. Neste artigo ele descreve boas práticas como implementar classes C++ em camadas de enfileiramento e tarefas, além de algumas dicas de como ganhar tempo no desenvolvimento e na depuração de códigos, desenvolvendo um software de alta perfomance utilizando melhor o potencial do processador e os recursos de memória em tempo de execução,

É sem dúvida bem interessante.

Leia em: Efficiently Coding Communications Protocols in C++





Visual C++: Yesterday, Today and Tomorrow

30 09 2006

Certo dia, “googlando” sobre XAML e C++/CLI, encontrei no site CodeGuru um forum chamado “Visual C++: Yesterday, Today, and Tomorrow” que estava hiper interessante e passei a acompanhá-lo diariamente. Empolgado com as discussões, comecei a procurar artigos com a abrangência daquela discussão em português e confirmei minhas suspeitas; um grande Saara de informações que já estou acostumado a ver sobre C++ PT-BR. Assim, tive o insight de escrever um paper sobre o assunto mas – meu ex-colega de estudos sobre Visual C++ – kid Márcio Franco foi mais rápido no gatilho e lançou no site Linha de Código um artigo no formato que eu imaginava chamado Visual C++: Visão Mercadológica que foi explicitamente inspirado nesta discussão.

O artigo é uma boa compilação – com adendos a lá Márcio Franco – do que rolou na discussão até aqueles dias e – por mais que o desenvolvedor-programador-entusiasta esteja bem informado do que acontece na blogosfera e no mundo do C++ – considero leitura obrigatória.

É isto aí e bons códigos!





Lançado o projeto OmniObjects

28 09 2006

Acaba de ser lançado, por Rodrigo Straus, um interessante projeto open source que pretende ser uma alternativa lite – porém moderna – dos componentes DCOM. Com licença BSD, ele é extremamente direcionado aos desenvolvedores C++ e para felicidade dos afcionados pela portabilidade ele faz uso do BOOST.

Leiam mais em: Projeto OmniObjects





Qual é a melhor metáfora?

16 09 2006

Fred Brooks diz que escrever software é como cultivar, caçar lobisomens ou abater dinossauros num fosso de piche (1995). David Gries que é uma ciência (1981). Donald Knuth que é uma arte (1988) Watts Humphrey que é um processo (1989). P.J.Plauger e Kent Beck afirma que é como dirigir um carro (Plauger 1993, Beck 2000). Alistair Cockburn que é um jogo (2001). Eric Raymond que é como um bazar (2000).”

Qual é a melhor metáfora? 🙂 Talvez nenhuma delas, mas achei este trecho do Code Complete bem pitoresca…

Ref: # Code Complete, Second Edition de Steve McConnell





Tratando erros no Visual C++ 2005 com o VSTS Code Verifier

11 09 2006

Saiu no CodeGuru um artigo sobre o VSTS Verifier, que é uma ferramenta do Visual Studio Team System que monitora a execução de código C++ não gerenciado e detecta erros de memória, lock e uso de handles. Um pouco superficial, mas bem interessante, vale a pena investir uns minutos pra ler este artigo e algumas horas para entender bem como esta interessante ferramenta funciona.
Leia: Catch C/C++ Errors Early with VSTS Code Verifier